Páginas

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Será tarde quando voltar .


Eu adorava o jeito como ele me abraçava, o jeito com que me beijava e me observava, o jeito como me pegava no colo e me jogava na cama; e eu adorava quando me envolvia em seu corpo, o jeito que colocava suas mãos em meu rosto, me dizia coisas tão meramentes bonitas. Me surpreendia a cada dia que passava. É, eu adorava mesmo aquele perfume, e seu sorriso torto, e eu ria ; adorava quando levantava a sobrancelhas meio duvidoso, adorava seu jeito de andar, e seu jeito de falar, e o tanto que eu adorava contar suas pintinhas em seu rosto rs ; eu adorava o jeito que me olhava pedindo carinho, e adorava mais ainda receber ligações suas me dizendo boa noite, toda noite. Adorava tanto acordar 7:00 da manhã com mensagens suas ; adorava aquela calça jeans desbotada combinando com o all star bege; adorava aquele piercing na lingua que me seduzia. Adorava mesmo sua risada de pateta e aquela sua voz irritante, as vezes a escuto no silêncio.
E não havia nada que eu não gostasse nele.
Eu odiava, mas adorava o jeito como ele despenteava meu cabelo; adorava a sensação de correr riscos e perigo ao estar junto dele. Sei que é errado mas adorava mentir só para encontrar com ele. E ele ria da situação.
Como pude me apaixonar assim ?
(...) E derrepente ele sumiu, com um ar de que nunca mais voltaria. E já se passaram meses e meses, e nada. É bom não ouvir falarem tanto dele, mas não posso negar que sinto saudades, e as lembranças guardarei pra sempre comigo, apesar dele nunca merecer isso. Eu aprendi muita coisa, mas confesso que ainda há feridas em mim que ainda não se cicatrizaram e ainda dói. 

2 comentários:

  1. AAAAAAAH *-* , EU QUE FIZ , hsauhsas , te amo amg ♥

    ResponderExcluir
  2. eu que concertei plu* HASUHAUSHUAH tb te amo.

    ResponderExcluir